Nessy: rutura do ligamento cruzado cranial do joelho

portada

Nessy é um dos casos em que a patologia ortopédica, embora importante, é ofuscada por outros fatores. A Nessy, uma grande lutadora, era uma fêmea de criação. Dedicou cinco anos da sua vida a gestar e a dar à luz cães de Bulldog Inglês em Andaluzia.

Os seus donos actuais (um casal jovem) souberam dela pela Internet. Navegando num fórum dedicado aos Bulldogs (eles já tinham um em sua casa), alguém escrevia que precisava de uma casa que acolhesse a Nessy, porque ela “já não era o suficientemente produtiva como fêmea de criação” e iam levá-la para o canil. O casal não pensou duas vezes e decidiu adotá-la.

A Nessy adaptou-se muito bem à nova família (seguramente era a primeira vez que realmente tinha uma), mas uma semana depois ficou doente: decadência, vómitos, falta de apetite, etc. Levaram-na ao veterinário. O diagnóstico era claro: piometra. Piometra significa literalmente pus (pio-) no útero (-metra) e trata-se de um falho irreversível da matriz devido a uma alta e repetida estimulação hormonal. Esta patologia é frequente em fêmeas não castradas a partir dos 10 anos de idade, mas Nessy ainda só tinha 5.

piometra

A quantidade de vezes que deu à luz (provavelmente mais que as 2 que o dono referiu) poderão ter precipitado a doença. Além disso, devemos recordar que pela anatomia especial do Bulldog Inglês, a grande maioria dos partos deve ser por cesariana, já que é muito comum que hajam problemas durante os partos naturais.

As piometras são uma urgência porque podem pôr em risco a vida do animal. De maneira que a Nessy teve que ser operada no mesmo dia. Fez-se uma ovariohisterectomia que consiste na remoção dos ovários e do útero. Nessy recuperou perfeitamente e pôde voltar a disfrutar da sua nova família.

nessy con ginocchieraMas ao fim de um ano, voltou a ter problemas de saúde. Desta vez teve uma rutura de ligamentos cruzados cranial no joelho direito. Isto provocou-lhe dor, claudicação e osteoartrite. Para tentar evitar estes problemas foi operada. A cirurgia foi um êxito, no entanto, ao fim de alguns meses, Nessy começou a coxear outra vez. Agora necessita de um apoio extra para o seu joelho, de maneira que os seus donos se decidiram por um protetor de joelho para cães. Este dá-lhe estabilidade e diminui a dor graças ao calor que mantem na zona.

A Nessy tem agora 7 anos e em breve será operada ao outro joelho porque teve o mesmo problema, algo muito frequente. Temos a certeza que tudo correrá bem. Como nos mostra esta história, Nessy consegue isto e muito mais.


Laura Pérez

Veterinária da Ortocanis

ortocanis.com